Imprimir

B-boy paraense é tricampeão nacional de break dance e vai para final mundial na Holanda

Escrito por Marcelo em . Postado em Eventos

B-boy paraense é tricampeão nacional de break dance e vai para final mundial na HolandaSão Paulo, julho de 2017 - A noite de sábado, 29, foi marcada por grandes duelos entre os 16 b-boys que participaram da etapa nacional do Red Bull BC One na Fortaleza de São José de Macapá, no Amapá. O público da cidade vibrou muito com os passos e as acrobacias dos melhores dançarinos de break do Brasil e, mesmo torcendo para os b-boys locais (eram sete na final), aplaudiu muito a vitória do paraense Leony Pinheiro sobre o amapaense Snoopy, ovacionado em todas as batalhas.

Natural de Belém, Leony tem 21 anos e já conquistou o título de melhor do país em 2013 e 2016. Iniciado no break ainda criança, ele começou a competir em 2011 e logo chamou atenção por seu jeito próprio de dançar que, segundo ele, inclui elementos da cultura paraense como o carimbó e o technobrega. Neste sábado, ele não se deixou levar pela pressão e fez apresentações impecáveis. “Mesmo sabendo que rolava uma pressão sobre mim, tentei manter a calma e fazer o que sei da melhor forma. Estou muito feliz que deu certo de novo”, disse após receber o troféu. “Agora vou me concentrar para o mundial, pois quero muito levar essa vitória para o meu país”, finalizou. A final mundial será em Amsterdã, na Holanda, no dia 4 de novembro, quando ele irá enfrentar os melhores b-boys do mundo.

O grande diferencial de Leony, segundo Pelezinho, experiente b-boy que faz parte do seleto grupo do Red Bull BC One All Stars e um dos jurados da noite, é, de fato, o seu estilo. “Ele é autêntico e sabe muito bem combinar os movimentos. Sua habilidade é impressionante, por isso mereceu mais uma vez o título”, disse.

O Red Bull BC One é uma batalha que se estabeleceu como a mais relevante da cena breaking mundial. Os 16 competidores da final brasileira se enfrentaram em batalhas homem-a-homem e foram analisados em critérios como musicalidade, originalidade, performance e presença de palco. A avaliação foi feita por um júri formado por Pelezinho, o colombiano Arex e o amapaense Jojo, pioneiro do breaking em Macapá.

Sobre o tricampeão nacional
B-boy Leony, 21 anos
De Belém, Pará
Dança desde 2008.
Crew: Amazon Crew
Outros interesses ou referências: sapateado antigo, capoeira e cultura hip-hop
Sobre o Red Bull BC One

Desde que foi criado, em 2004, o Red Bull BC One estabeleceu-se como uma das mais relevantes competições da cena b-boying mundial, sendo palco para inúmeros dançarinos, caso dos brasileiros Pelezinho (que já disputou quatro edições do Mundial) e Neguin, único latino americano a conquistar o cinturão de campeão. O Red Bull BC One é a competição mais importante de b-boys homem-a-homem no mundo. A cada ano, milhares de b-boys competem nas finais nacionais por uma vaga no campeonato mundial. O Red Bull BC One foi criado em 2004, na Suíça. Desde então, a competição anual viajou da Alemanha para o Brasil, África do Sul, França, EUA, Japão e Rússia.

Sobre o Red Bull BC One All Stars

O time de b-boys da Red Bull surgiu em 2010 e reúne alguns dos principais nomes da cena em atividade. São os b-boys Cico (Itália), Hong 10 (Coreia do Sul), Lil G (Venezuela), Lilou (França), Neguin (Brasil), Pelezinho (Brasil), Ronnie (EUA), Roxrite (EUA), Taisuke (Japão) e Wing (Coreia do Sul).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar